Nutricionando | Nutrição, Saúde e Alimentação
Conteúdos (clique para ver)
  1. O que é a tabela TACO?
  2. Por que criar uma Tabela Brasileira de Composição de Alimentos?
  3. Qual é a versão mais recente e quantos alimentos contém?
  4. Quais componentes e nutrientes da tabela TACO para cada alimento?
  5. A tabela TACO pode ser usada para cálculo da tabela nutricional?
  6. Onde a encontro?
  7. Quais outras tabelas de alimentos existem?
    7.1 - Outras tabelas importantes são:
    7.2 - Baixar a Tabela Taco

A Tabela TACO foi um projeto desenvolvido pela UNICAMP em parceria com o Ministério da Saúde, com o objetivo de mapear e analisar os uma diversificada gama de alimentos comuns aos brasileiros.

A criação desse material é de extrema relevância, já que a cada dia as pessoas estão mais focadas na busca de boas práticas em relação ao que comem.

Nesse sentido, é imprescindível que as empresas do ramo alimentício se preocupem em informar exatamente a composição nutricional de seus produtos.

Quer saber mais sobre a tabela TACO e sua importância para a indústria e também para a população?

Confira o artigo que preparamos para você.

O que é a tabela TACO?

Com um projeto coordenado pelo NEPA (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação) da UNICAMP e financiado pelo Ministério da Saúde, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, pelo FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) e pelo MCT (Ministério da Ciência e Tecnologia), foi criada em 2004 a tabela TACO.

Essa tabela consiste em um material muito completo, onde os alimentos mais consumidos no nosso país são mapeados e estratificados por meio de análises físico-químicas, indicando os componentes e nutrientes ali presentes.

O objetivo do projeto é expandir o conhecimento da composição dos produtos para alcançar a segurança alimentar e nutricional.

Criada em 2004, a tabela TACO tem como objetivo mapear e informar a composição dos alimentos mais populares do Brasil, através de análises físico-químicas.

Por que criar uma Tabela Brasileira de Composição de Alimentos?

Tabela taco é essencial para montar tabelas nutricionais

A ideia de criar a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, popularmente conhecida como tabela TACO, é um pilar para a educação nutricional e para a elaboração de políticas públicas.

Ela auxilia no controle de qualidade e pode ser um guia para a montagem de dietas em casos específicos e necessários.

Com a sua utilização, profissionais da saúde pública agora podem criar um plano estratégico para promover melhores dietas, oferecendo qualidade de vida à população.

Além de auxiliar o tratamento de diferentes doenças, que podem ser curadas através da ingestão correta dos nutrientes.

A função da tabela TACO vai além dos profissionais da saúde. Os comerciantes do varejo — que vendem produtos alimentícios — também precisam utilizá-la, além da indústria de alimentos.

Com a consulta das informações contidas, os varejistas podem criar a tabela nutricional de seus produtos, estampando-a em um rótulo na embalagem. Dessa forma, os consumidores saberão exatamente aquilo que estão comprando e ingerindo.

A tabela TACO é utilizada por profissionais da saúde, comerciantes do varejo e também pela indústria dos alimentos.

Qual é a versão mais recente e quantos alimentos contém?

A tabela TACO está, atualmente, na quarta edição. Na primeira versão estavam contabilizados 198 alimentos. Já na edição atualizada, são 597 itens. Entre eles, estão:

  • Cereais;
  • Frutas, verduras, hortaliças, leguminosas e tubérculos;
  • Nozes e sementes;
  • Gorduras e óleos;
  • Pescados e frutos do mar;
  • Carnes;
  • Leite;
  • Ovos;
  • Bebidas (alcoólicas e não alcoólicas);
  • Produtos açucarados (achocolatados, doces e geleias);
  • Miscelâneas (café, cappuccino, fermento, gelatina etc.);
  • Alimentos industrializados (azeitona preta em conserva etc.);
  • Alimentos preparados (acarajé, bife a cavalo, cuscuz, dobradinha, estrogonofe, feijoada etc.).

Atualmente em sua quarta edição, a tabela  TACO possui 597 itens. Entre eles estão cereais, gorduras, óleos, carnes, leites, bebidas e até mesmo alimentos preparados.

Quais componentes e nutrientes da tabela TACO para cada alimento?

Entre a descrição dos componentes e nutrientes, a tabela TACO apresenta os seguintes pontos:

  • Umidade;
  • Energia;
  • Proteína;
  • Cipídios;
  • Colesterol;
  • Carboidratos;
  • Fibra alimentar;
  • Cinzas;
  • Minerais (cálcio, ferro, magnésio, manganês, fósforo, sódio, potássio, cobre e zinco);
  • Vitaminas (retinol, niacina, vitamina B1, outiamina, vitamina B2, ou riboflavina, vitamina B6, ou piridoxina, e vitamina Ctotal);
  • Ácidos graxos saturados, monoinsaturados, polinsaturados e trans;
  • Aminoácidos e carotenoides;
  • Teor alcoólico.

Na tabela TACO, as descrições dos componentes e nutrientes incluem fatores como umidade, energia, proteína, cipídios, colesterol, carboidratos, fibra alimentar, entre outros.

A tabela TACO pode ser usada para cálculo da tabela nutricional?

Assim como já foi dito em um tópico anterior, varejistas que desejam disponibilizar produtos alimentícios no mercado podem utilizar a tabela  TACO para calcular a tabela nutricional e inseri-la no rótulo da embalagem.

Para fazer esse cálculo, é preciso ter em mãos uma tabela com valores de referência e outra de composição química de alimentos (TACO), um banco de dados ou o laudo de análise físico-químico doseu produto.

As informações nutricionais não são obrigatórias nos rótulos de produtos que são comercializados no mesmo local em que foram fabricados.

Porém cada vez mais os consumidores consultam as informações nutricionais antes de adquirir um alimento. Ou seja, caso o seu produto não contenha essas informações, o consumidor pode optar por outro.

Cada indivíduo precisa de uma dieta específica, de acordo com suas necessidades. Alguém que está hospitalizado, por exemplo, demanda uma alimentação bem diferente da praticada por quem busca uma redução de peso.

Por isso, o nutricionista é o profissional capacitado para elaborar a dieta. Para auxiliar esse trabalho, a tabela TACO é bastante útil.

A tabela TACO pode ser utilizada para calcular os valores da tabela nutricional. Essas informações não são obrigatórias, mas é importante já que os consumidores frequentemente a consultam.

Onde a encontro?

Para fazer o download da versão atualizada (4ª edição) da tabela  TACO, basta clicar aqui.

Quais outras tabelas de alimentos existem?

Apesar de a tabela TACO ser bastante conhecida e utilizada — a Anvisa a cita em primeiro lugar quando fala de Tabelas de Composição Química de Alimentos —, ainda não é a mais completa que existe.

Por isso, pode ser comum não encontrar algum alimento em sua descrição. Então, outros materiais são utilizados de forma conjunta.

Outras tabelas importantes são:

  • TBCA (USP): tabela bem completa, com 1500 alimentos e que está na sua 5ª versão. Porém, como é construída com várias tabelas dentro de uma, alguns alimentos têm campos de nutrientes faltantes, além de não apresentar informações como cálcio, sódio, vitamina C e ferro;
  • USDA (norte-americana): tabela desenvolvida pelo departamento da agricultura dos EUA. Também é uma tabela completa, que recebe atualizações constantemente. Porém, por se tratar de uma outra nação, apresenta muitos alimentos que não estão presentes em nossas rotinas;
  • Fontes Brasileiras de Carotenóides: Tabela Brasileira de Composição de Carotenóides em Alimentos;
  • Tabela de Composição de Alimentos: Suporte para Decisão Nutricional, Sônia Tucunduva Philippi, 2017, disponível em livro;
  • Site do IBGE ou na Pesquisa de Orçamentos Familiares;
  • Tabela para Avaliação de Consumo Alimentar em Medidas Caseiras, disponível em livro;
  • Tabela de composição química dos alimentos, também disponível em livro.

Como vimos em nosso artigo, a tabela TACO é um projeto muito importante para a identificação correta da composição dos alimentos mais ingeridos em nosso país.

Sua consulta deve ser feita por profissionais da saúde pública e também por varejistas que desejam disponibilizar produtos alimentícios no mercado.

Gostou do nosso conteúdo? Baixe gratuitamente a tabela TACO abaixo.

Baixar a Tabela Taco

Você se inscreveu com sucesso no Nutricionando | Nutrição, Saúde e Alimentação
Bem-vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Excelente! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.