Tudo sobre Nutrição, Saúde e Alimentação.
Conteúdos (clique para ver)

O iogurte grego surgiu em meados de 2008 e logo se tornou um dos produtos queridinhos de quem busca uma alimentação saudável.

Diferente do regular, um passo extra é adicionado em sua fabricação para que o excesso de água, a lactose e os minerais sejam drenados.

O resultado é um iogurte cremoso, com menos açúcar, mais carboidratos e um sabor azedo. A acidez é responsável por facilitar que o nosso absorva melhor outros nutrientes.

Quer saber mais sobre os benefícios do iogurte grego? Continue lendo.

Rico em nutrientes

Uma xícara de iogurte grego simples pode ajudá-lo a cumprir a recomendação dietética de três porções diárias de laticínios com baixo ou sem teor de gordura.

As pessoas que têm intolerância à lactose também podem achá-lo mais fácil de digerir por causa da degradação bacteriana dos açúcares do leite.

Uma porção média, dependendo da marca, pode ter 12 a 17,3 gramas de proteína.

Abundante em proteína

O iogurte possui uma quantidade muito maior de proteína do que o leite. Seu corpo usa o nutriente para construir:

  • Ossos
  • Músculos
  • Cartilagem
  • Pele
  • Cabelo
  • Sangue

A proteína também é um dos três nutrientes que fornecem energia. Além disso, transfere substâncias como oxigênio, através das membranas celulares.

Obter a quantidade certa desse nutriente para si mesmo é importante para o sistema imunológico, nervos e equilíbrio de fluidos.

É necessário mais proteína para manter a massa muscular à medida que se envelhece. Para adultos com 65 anos ou mais, a quantidade necessária aumenta entre 1 e 1,2 gramas por quilograma por dia.

O iogurte grego é uma excelente fonte para esse nutriente, especialmente se você tem segue uma dieta vegetariana. Adicione 2 colheres de sopa de semente de chia a porção para aumentar esse nutriente e também as fibras.

Fonte de probióticos para o intestino

Iogurte grego é rico em probióticos, bactérias saudáveis ​​que podem ajudar a impulsionar o sistema imunológico e diminuir problemas de digestão, como diarréia e dor.

Elas vivem no intestino e o ajudam a funcionar corretamente. Sem as bactérias boas, as ruins podem se acumular e causar danos ao nosso corpo.

Assim como o estresse e as emoções podem desencadear problemas estomacais, seu intestino também pode enviar sinais ao contrário. Um estudo descobriu que os probióticos também podem afetar o cérebro (1).

Outro estudo descobriu que os suplementos probióticos reduziram a tendência dos participantes em relação a angústia e pensamentos sobre tristeza, sobre ferir os outros ou a si mesmos (2).

Veja também:

Micronutrientes: O que são e para que servem?

Dieta Mediterrânea: Guia Completo e Cardápio

Os Principais Benefícios da Banana

Cálcio para os ossos

Outro benefício do iogurte grego é sua riqueza em cálcio, a chave para construir músculos fortes e ajudar os órgãos vitais a funcionar. Seu corpo também não o produz por conta própria.

Com deficiência desse nutriente, as crianças podem não crescer o mais alto possível e os adultos podem estar em risco de osteoporose.

Uma porção de iogurte grego possui 18,7% da recomendação diária de cálcio.

Ele é uma excelente opção para adultos mais velhos que querem manter sua saúde óssea. Também é ideal porque é conveniente e fácil de comer, especialmente para quem tem problemas para mastigar.

Rico em vitamina B12

Seu corpo precisa de vitamina B-12 para formar glóbulos vermelhos, funções cerebrais e síntese de DNA.

Os vegetarianos geralmente sofrem de deficiência de vitamina B12, já que ela é mais encontrada em produtos de origem animal, como peixe e carne. E muitos optam por tomar suplementos para o nutriente.

Porém o iogurte grego é uma boa alternativa, já que uma porção pode oferecer até 21,3% da recomendação diária.

O potássio e o sódio

Uma porção de iogurte grego pode conter até 6,8% da recomendação diária de potássio. Ele é responsável por ajuda a baixar a pressão sanguínea e a equilibrar os níveis de sódio em seu corpo.

Caso possua uma dieta rica nessa substância, alimentos com o nutriente podem te auxiliar a eliminar o excesso no processo digestivo.

Ajuda na recuperação

Iogurte grego pode ser um deleite saudável e gratificante depois de um treino difícil. Além de ajudá-lo até a próxima refeição, também contém proteínas que podem reparar os danos causados ​​pelo exercício.

Ele é rico em aminoácidos que compõem esse nutriente, que ajudam a regenerar o tecido muscular e reparar os danos das fibras.

É possível adicionar uma banana ou alguma outra frutas ao seu iogurte para um lanche mais nutritivo no pós-treino.

Balança sob controle

O iogurte grego também é uma excelente fonte de iodo. E já que o nosso corpo não é capaz de produzi-lo, é importante obter através da alimentação.

Ele é importante para a função tireoidiana adequada, e a tireoide é essencial para um metabolismo saudável.

Hoje em dia, as pessoas costumam sofrer de deficiência desse nutriente. O que pode causar sérios problemas, incluindo as mudanças constantes na balança.

O aumento dos níveis de iodo na dieta aumenta a atividade da tireóide que, por sua vez, aumenta o metabolismo, promovendo a perda de peso.

A combinação de proteína e textura do iogurte grego pode aumentar a sensação de saciedade, em relação a outros petiscos. Isso é ótimo para pessoas que querem controlar o tamanho das porções.

Um estudo de um ano em 2014 descobriu que as pessoas que comiam mais de três porções de iogurte por semana ganhavam menos peso do que aquelas que comiam menos de uma dose (3).

Uma excelente substituição para alimentos

A consistência mais espessa do iogurte grego se presta a adaptações, como pudins, smoothies e picolés de sementes de chia. Você também pode fazer picolés em casa congelando iogurte grego com frutas frescas.

Como alternativa, também é possível usá-lo como cobertura de outros alimentos. Como por exemplo, em cima do chili ou de batata assadas. Alguns até o usam para substituir manteiga ou maionese.

Como comprar o iogurte grego certo

Enquanto normalmente nos referimos a este produto como iogurte grego, não existe um padrão para sua fabricação. As empresas podem rotular o iogurte “grego” coado, com base na consistência e no sabor.

O ideal é não conter:

  • Agentes espessantes, como amidos ou gelatina
  • Concentrado protéico de soro
  • Concentrado de proteína do leite
  • Amido de alimentos modificados
  • Pectina

O iogurte grego à moda antiga é feito com leite de cabra. Não importa o tipo de leite usado, são os ingredientes que importam.

Etiquetas em alguns produtos alimentícios, como cereais e doces, podem dizer que incluem esse produto, mas os açúcares adicionais e outros ingredientes podem neutralizar os benefícios.

O melhor iogurte é o tipo simples, sem açúcar, com baixo teor de gordura, com a menor quantidade de aditivos.

Adicione frutas frescas e granola para adoçar a sua porção. Dessa forma, você saberá o que há em sua comida e poderá manter suas escolhas o mais saudáveis ​​possível.
null

Tabela Nutricional do Iogurte Grego

nutricionando-iogurte-em-garrafas-de-vidro-na-velha-mesa-de-madeira_grego_7182-1090

No quadro abaixo inserimos todos os nutrientes do iogurte grego tradicional com baixa gordura por 100g, que equivale a menos de 1/2 xícara de 240ml.

Componentes Quantidade por 100g de Iogurte Grego Low Fat
Energia 73 Kcal
Proteína 9,95 g
Gordura Total 1,92 g
Carboidrato 3,94 g
Fibra 0,0 g
Cálcio 115 mg
Ferro 0,04 mg
Magnésio 11 mg
Fósforo 137 mg
Potássio 141 mg
Sódio 34 mg
Zinco 0,60 mg
Vitamina C 0,8 mg
Vitamina B1 (Tiamina) 0,044 mg
Vitamina B2 (Riboflavina) 0,233 mg
Vitamina B3 (Niacina) 0,197 mg
Vitamina B6 (Piridoxina) 0,055 mg
Folato 12 µg
Vitamina A (RAE) 90 µg
Vitamina A (UI) 309 UI
Vitamina E (Alfa-Tocoferol) 0,04 mg
Vitamina K 0,2 µg
Gordura Saturada 1,230 g
Gordura Monoinsaturada 0,486 g
Gordura Poliinsaturada 0,076 g
Gordura Trans 0,060 g
Colesterol 10 mg

Fonte: USDA