Nutricionando | Nutrição, Saúde e Alimentação

Sais explodiram com popularidade. O que uma vez foi uma decisão simples entre sal de mesa iodado ou sal marinho se tornou uma sobrecarga de opções e cores.

Entre no supermercado na prateleira dos sais e você será confrontado com um deslumbrante conjunto de cores, texturas e preços. Mas o que realmente diferencia os sais especiais? E os sais caros valem realmente o seu suado dinheiro?

Aqui está um guia para nove diferentes sais culinários que o ajudarão a decidir qual é o melhor sal para suas necessidades.

1. Sal de mesa

Aqui está um guia para nove diferentes sais culinários que o ajudarão a decidir qual é o melhor sal para suas necessidades.

O sal de mesa é criado pelo superaquecimento do sal natural a mais de 600 graus célsius, que destrói os compostos mais benéficos.

Fortificado com iodo essencial, o sal de mesa também é branqueado e desprovido de oligoelementos, então certamente não é o sal mais saudável que você vai consumir.

Este tipo de sal muitas vezes contém aditivos para retardar a absorção de umidade, por isso é fácil polvilhar em seu saleiro.

Alguns especialistas afirmam que essa versão altamente refinada do sal é responsável por muitos problemas de saúde relacionados ao sódio, enquanto os sais não refinados curam o corpo em vez de prejudicá-lo (1).

Veja também:

Saúde do coração e sua dieta

Como diminuir o açúcar no sangue naturalmente

Porque o excesso de açúcar é prejudicial?

2. Sal marinho

A maioria das pessoas está muito familiarizada com o sal marinho. Esse sal vem - advinha? - do oceano e passa por um processo de evaporação para separar o sal da água.

O sal marinho contém uma pequena quantidade de iodo natural , embora não tanto quanto o sal iodado. É tipicamente muito menos refinado do que o sal de mesa e vem em variedades finas e grosseiras.

Embora os sais do mar sejam uma ótima opção não refinada, infelizmente, a poluição está se tornando uma preocupação constante. Enquanto os antigos mares já foram limpos, nós sujamos nossas costas oceânicas com poluentes como microplásticos .

Embora isso não seja uma razão para abandonar o sal marinho - os microplásticos se infiltraram em quase tudo - é bom manter-se informado e equilibrar seu consumo de sal marinho com outros sais ligados à terra.

3. Sal rosa do himalaia

Estes sais vêm de leitos marinhos antigos nas montanhas do Himalaia. Sua cor rosa vem do seu rico teor de ferro. Este sal é, de fato, bastante rico em minerais, contendo todos os 84 oligoelementos essenciais exigidos pelo seu corpo. O sal rosa pode ajudar em muitas funções corporais, como reduzir as cãibras musculares, promover a saúde do açúcar no sangue e promover o pH saudável em suas células.

Muitos especialistas recomendam o sal rosa como um dos sais mais saudáveis ​​que você pode consumir. Sua popularidade tornou mais acessível do que outros sais mais exóticos no mercado.

4. Sal cinza

Colorido pelo barro de onde é colhido, o sal cinza é frequentemente chamado de sal marinho celta. É feito à mão na Bretanha, na França, onde a argila natural e areia criam cristais úmidos, ricos em minerais. Este sal geralmente mantém sua umidade.

Sal cinza pode ajudar a restaurar o equilíbrio eletrolítico, tem propriedades alcalinizantes e pode prevenir cãibras musculares, muito parecido com sal rosa . No entanto, este sal é um pouco mais caro, devido ao seu processo manual.

5. Flor de sal

Destinado a ser usado como sal de acabamento, essa "flor do sal" geralmente tem um preço elevado. É colhida manualmente ao longo da costa francesa nas mesmas piscinas que o sal cinza.

No entanto, para cada 40 quilogramas de sal cinzento produzido , apenas 1 1/2 kg de flor de sal delicada é colhida. Este sal leve e escamoso é altamente apreciado e geralmente usado para finalizar alimentos. Em termos de saúde, é simplesmente um sal marinho rico em minerais e de sabor e textura delicados.

6. Sal negro

Originário do Havaí, o sal negro de lava é não refinado e vulcânico. Sua cor preta é devido ao seu conteúdo de carvão ativado, que é ótimo para a digestão e remoção de impurezas no corpo.

O contraste da cor também pode tornar os pratos visualmente mais interessantes. Há também um outro sal negro, o kala namak, que se origina da Índia e, na verdade, é rosado quando é moído. É altamente sulfúrico em sabor e conteúdo. Por esta razão, acredita-se que seja uma ajuda digestiva benéfica.

Ambos os sais pretos são altamente valorizados e podem ser saudáveis ​​quando usados ​​ocasionalmente.

7. Sal vermelho

Outro sal havaiano, o sal vermelho recebe sua cor da argila havaiana vulcânica chamada alaea. À medida que a água evapora, esse sal fica preso em poças de maré, onde se mistura com a alaea.

Estima-se que contém a maior concentração de minerais essenciais de qualquer sal e é especialmente rico em ferro.

Se você tem uma tendência a ter deficiência de ferro, este sal pode ser um bom complemento para sua dieta balanceada.

8. Sal azul persa

Este sal único colhido em um antigo lago salgado no Irã é extremamente rico em minerais e levemente adocicado. Sua cor azul não vem do conteúdo mineral, mas da compressão natural da estrutura do sal ao longo dos milênios.

O mesmo belo efeito é visto no gelo glacial azul, onde a estrutura molecular foi comprimida a ponto de começar a refratar a luz de maneira diferente.

Embora esteticamente excitante, como um dos sais mais raros do mundo, este sal pode não valer o preço se você está apenas buscando benefícios para a saúde.

9. Sal fumado

Os sais fumados não têm benefícios nutricionais significativos em relação ao sal marinho normal. Na verdade, eles são simplesmente sais marinhos defumados a baixas temperaturas sobre uma camada de carvão, o que confere um sabor agradável a fumaça aos cristais e uma cor cinza ou marrom.

O sabor defumado confere dimensão a certos pratos, mas não traz benefícios para a saúde além daqueles associados ao sal marinho comum.


Quando se trata de escolher um sal saudável, não se confunda com o preço. Em geral, é melhor consumir sal não refinado sobre o sal de mesa, uma vez que é geralmente mais baixo em sódio e rico em minerais essenciais.

Fora isso, você não precisa gastar uma fortuna para consumir sal saudável. Sais exóticos podem proporcionar uma experiência culinária adorável, mas em termos de saúde, nenhum sal não refinado é inegavelmente melhor que o outro.

Escolha um sal que atenda às suas necessidades e aproveite-o em combinação com um estilo de vida saudável e inteligente.


Esse artigo foi atualizado em 2019-11-07